Já pensou em se locomover mais de Bicicleta pela cidade de São Paulo? Confira as ciclovias da cidade.

Que andar de bicicleta é fantástico nós já sabemos. Além da sensação de liberdade e aquele ventinho gostoso no rosto é um meio de transporte limpo e que ainda faz bem pra saúde.

No entanto, andar pelas ruas não é nada fácil e exige cuidado e coragem. A forma mais segura para se locomover através das ciclovias, ciclofaixas e ciclorotas. Esses são caminhos preferenciais para o ciclista. Veja abaixo a diferença entre eles:

  • Ciclovia. Aqui o ciclista fica separado fisicamente do trafego de veículos automotores. São exemplos a ciclovia do Rio Pinheiros, a Faria Lima e a Avenida Paulista
  • Ciclofaixa. Essa é uma faixa pintada no chão, porém sem separação física entre carros e bicicletas. Por vezes, a delimitação se dá por “tartarugas” e “olhos de gato”. São exemplos de ciclofaixa a Avenida Rebouças, Consolação e Interlagos.      
  • Ciclorrota é um caminho que representa uma determinada rota de bicicleta, porém não é necessariamente sinalizada. São exemplos as ciclorotas da Lapa, Moema e Mooca.

A cidade de São Paulo possui 566,5 km de vias com tratamento cicloviário permanente, sendo 536,2 km de Ciclovias/Ciclofaixas e 30,3 km de Ciclorrotas.

Confira o mapa de ciclovias do cet em : http://cetsp1.cetsp.com.br/mapabasico/map.aspx?map=infraciclo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: